Como criar o ambiente perfeito para o Home Office?

Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter

Muito mais do que um espaço qualquer para trabalhar, um ambiente para o home office precisa garantir produtividade, organização, saúde física e mental.

É preciso entender que você passará horas nesse ambiente, por isso, precisa ser o mais funcional, prático e agradável possível.

Infelizmente, nem todo mundo pode contar com um espaço só para trabalhar, aliás, a realidade do brasileiro, muitas vezes, obriga famílias numerosas dividirem um mesmo cômodo, dificultando o trabalho remoto.

Mas, a boa notícia é que é possível, sim, usar a criatividade e conseguir criar um ambiente, se não perfeito, ao menos, bem perto disso.

Um ambiente pode mesmo influenciar na produtividade?

Então, é preciso, primeiramente, ter em mente que um ambiente vai muito além do espaço físico, ele diz respeito às circunstâncias ou condições em que algo está exposto, no caso, você. E isso inclui fatores físicos, psicológicos, mentais…

Dessa forma, a insatisfação profissional, pode estar diretamente ligada a um ambiente desmotivador e antiprodutivo.

É fundamental, portanto, que o home Office conte com equipamentos, ferramentas ou aparelho adequados, boas condições ergonômicas, entre outros fatores que podem, SIM, acabar afetando a produtividade e a saúde do profissional.

É verdade que as plantas colaboram para o bem-estar?

Sim! E para quem não sabe, algumas espécies podem ajudar a controlar a ansiedade, estimular a criatividade e produtividade, além de melhorar a qualidade do ar que respiramos.

Isso sem falar que estamos vivendo um tempo de pandemia e, logo, se não podemos ir até a natureza, que a natureza venha até nós!

De acordo com um estudo da neurociência aplicada à arquitetura (neuroarquitetura), realizado pela Human Spaces, ter folhagens e plantas próximas ao espaço de trabalho pode aumentar em até 15% a sensação de bem-estar e criatividade, e em 6% a produtividade.

É preciso considerar o fator psicológico desses tempos que estamos vivendo, com as pessoas se vendo obrigadas, de repente, a trabalhar em um ambiente que, até então, o cérebro associava ao descanso e ao relaxamento.

O tempo é de adaptação, e vale apelar para a natureza na hora de criarmos um espaço mais agradável.

Dentre as melhores opções de plantas para home Office, podemos citar:

  • Cactos e suculentas: fáceis de se cuidar, essas plantas estimulam a criatividade;
  • Alecrim: o aroma do óleo dessa planta ajuda a melhorar as funções cognitivas, a manter o foco e memorizar a atividade desenvolvida naquele momento;
  • Lírios: estimulam a criatividade;
  • Gérbera: absorve o dióxido de carbono, deixando o ar mais fresco e, assim, ajudar na concentração e na produtividade.
  • Espada-de-são-jorge: filtra o ar, retirando substâncias tóxicas que causam irritações nos olhos, boca, garganta além de dores de cabeça;

É preciso ter um lugar fixo para trabalhar?

Embora o trabalho home office permita uma maior flexibilidade, ou seja, que possa trabalhar até enquanto viaja, na prática, para garantir mais produtividade e foco, o ideal é estipular um local específico para exercer as atividades remotas.

Sendo assim, esqueça a ideia de trabalhar no sofá, na mesinha de centro da sala. Se o que quer é ter um home office produtivo e saudável, é fundamental escolher um lugar fixo para exercer as tarefas e, de preferência, confortável, privativo e livre de distrações.

Mas, certamente, nem sempre isso é possível, então, nesse caso, a dica é, ao menos, eleger o espaço mais calmo da casa como seu local de trabalho e procurar dar uma aparência mais ligada ao trabalho, dessa forma, estará ajudando o cérebro a fazer a associação mais rapidamente e garantindo que sua produtividade não seja afetada.

Vale entender que a mudança de comportamento é fundamental para que possa ser estabelecida uma rotina e, nessa hora, ter um espaço que facilite o trabalho vai fazer toda a diferença.

Porque o ambiente precisa ser ergonômico?

Um fator a considerar hora de montar seu home office é a ergonomia que, com certeza, pode interferir diretamente no seu bem-estar e produtividade.

Acredite, não adianta nada investir em mobiliário lindo, moderno, se ele não for confortável e, principalmente, ergonômico. Afinal, quem quer sofrer com dor nas costas?

Não adianta apenas ser confortável, é preciso ser ergonômico, que tem uma grande diferença. Uma cadeira, confortável, por exemplo, pode ser gostosa de sentar por um tempo, mas se não for ergonômica, ou seja, pensada na postura correta, acabar lhe valendo um sério problema de coluna.

E vale saber que a postura ao trabalhar afeta não apenas a saúde do corpo como, também, o desempenho mental.

Assim, quem trabalha o dia inteiro em frente a um computador, precisa contar com uma boa infraestrutura, a qual envolve desde o posicionamento do aparelho, da mesa e da cadeira.

Quais as melhores cadeiras para o home office?

A escolha da cadeira pode ser um verdadeiro desafio, pois embora uma cadeira ergonômica seja mais cara, ela é fundamental, principalmente, para quem trabalha muitas horas por dia.

Basicamente, o modelo ideal de cadeira é aquele que permite inclinação e regular altura do assento e do braço, e conta com um apoio para a lombar.

Mas, claro, nem todo mundo pode investir em uma cadeira ergonômica, por isso, a dica, nesse caso, é procurar recorrer a um assento, fazendo com que mantenha a lombar apoiada e a coluna reta.

No caso da pessoa trabalhar com notebook, o ideal é utilizar um suporte para elevar o monitor, contar com um mouse e teclado externos, já que a postura ao trabalhar sem eles acaba sendo bem prejudicada.

O que considerar na hora de comprar uma cadeira?

Como vimos anteriormente, a escolha de uma boa cadeira para o home office não só reflete no seu bem-estar, como na sua produtividade. Por isso, na hora de escolher a sua, procure considerar os seguintes fatores:

Material: a dica é optar por materiais duráveis; cadeiras com espumas baratas se desgastam rapidamente.

Altura: a cadeira deve permitir que seus pés fiquem retos no chão ou em um apoio.

Suporte lombar: a curva na parte de trás da cadeira deve apoiar a parte inferior da sua coluna, acompanhando a curva natural das costas.

Profundidade: cadeira ideal é aquela que permite se sentar confortavelmente apoiando as costas no suporte lombar, deixando sobrar entre 3 ou 4 dedos de distância entre suas pernas e o fim do assento.

Descanso de braço: o ideal é que seus ombros não se curvem.

Reclinação: reclinar a cadeira em um ângulo próximo de 135 graus é melhor do que se sentar em um ângulo de 90 graus.

No mais, quanto mais ajustável a cadeira for, melhor será para você.

Dentre alguns dos modelos mais indicados de cadeiras ergonômicas, podemos citar:

  • Flexform Uni Me
  • Frisokar Addit
  • Munique Conforsit 4535
  • Cadeira Presidente Aika
  • MidShop Metro X
  • New Ergon
  • Pelegrin 8009
  • Tulipa

Como configurar sua mesa ergonomicamente?

O segredo de um ambiente ergonômico é que ele seja todo pensado no bem-estar, garantindo saúde mental e física, evitando problemas como, por exemplo, lesões por esforços repetitivos (LER), dores nas costas, fadiga e desânimo.

Nesse sentido, a mesa de trabalho não pode ficar de fora das regrinhas, precisando estar numa altura que permita que possa digitar no teclado com seus braços e mãos paralelos ao solo, seus pés retos no chão e suas pernas se encaixando confortavelmente embaixo da mesa quando estiver sentado.

Uma dica, para não errar, é optar por mesas que sejam ajustáveis, no lugar das tradicionais pernas de 70cm de altura, até porquê não existe nenhum tamanho padrão que sirva para todo mundo. Dessa forma, poderá adequar a mesa à altura desejada.

Caso a mesa não tenha uma acomodação para o teclado, é possível investir em um apoio para o mesmo.

Um ambiente perfeito para home office precisa considerar a decoração?

Sim! Não tem como pensar em um ambiente perfeito sem que isso não passe pela decoração. Pois, como um home office precisa priorizar o bem-estar e a produtividade, certamente, a decoração tem que ter o foco voltado para esses quesitos.

Assim, no caso das cores, seja em uma das paredes ou na maioria dos objetos, a dica é escolher aquele que lhe faça se sentir bem. Lembrando que é um espaço no qual deverá trabalhar.

Está na dúvida de que cor escolher? Então, veja abaixo o que os especialistas dizem sobre o que cada cor pode ajudar, embora, claro, nem sempre, na prática, seja a melhor solução:

  • Branco: é claro e traz uma sensação de organização;
  • Preto: é neutro e traz uma sensação de praticidade;
  • Vermelho: dá energia;
  • Amarelo: é estimulante e levanta o ânimo;
  • Azul : estimula o pensamento e ajuda na concentração e comunicação;
  • Verde: tranquiliza e equilibra;
  • Violeta: encoraja o pensamento;
  • Laranja: é estimulante e alegre;
  • Rosa: tranquiliza;
  • Cinza: é neutro psicologicamente;
  • Marrom: é sério e encorajador.

A praticidade é importante?

Certamente, por ser um ambiente voltado ao trabalho, a organização e praticidade precisam ser consideradas, na verdade, são os pilares do sucesso de trabalhadores preocupados com a produtividade.

Por isso, vale apostar em organizadores próximos à sua mesa, para ter tudo que precisa à mão, evitando perder o foco e a concentração.

E, claro, para ter um ambiente organizado, é preciso se acostumar a manter tudo no lugar diariamente, para evitar ter que perder tempo organizando o ambiente.

E se no home office não tiver luz natural?

Claro que o ideal é que o home Office tenha uma boa janela, garantindo uma boa entrada de luz natural. Mas… sabemos que isso nem sempre é possível.

De qualquer forma, será necessário investir em luminárias e em lâmpadas.

Caso conte com uma janela, a dica é montar a sua mesa de trabalho perto dela, permitindo a entrada de luz natural. Porém, mesmo assim, provavelmente, irá precisar do reforço de lâmpadas.

Se for possível, o ideal é direcionar um lustre para o centro da mesa e, se isso não for possível, procure posicionar uma luminária voltada para a sua área de trabalho.

Vale saber que a luz natural ajuda a manter nosso relógio biológico equilibrado, por isso, se não tem acesso a muita iluminação externa, a dica é apelar para lâmpadas adequadas. Lembrando que a luz do Sol muda de cor ao longo do dia, começando mais branca e terminando mais amarelada.

Assim sendo, para garantir maior produtividade, invista em luz branca, que o deixará mais ativo e atento.

E vale apelar para uma luz mais amarelada ao final do dia, para ajudar o seu cérebro a perceber que sua jornada de trabalho está terminando, garantindo, assim, que não trabalhe além do devido.

A temperatura pode fazer diferença?

Sim. Inclusive, estudos realizados pela Cornell University apontam que 25ºC é a temperatura ideal para um home office, sendo constatado menos erros de digitação dos funcionários, e garantindo uma maior produção, com eles digitando 150% mais.

Vale ressaltar que o estudo de temperatura não levou em conta a preferência pessoal, por isso, a dica é experimentar com a temperatura do seu escritório, para ver o que acontece.

É preciso se preocupar com a potência da internet?

Se levarmos em conta que o trabalho home Office, ou remoto, na maioria das vezes, é realizado online, certamente a potência da Internet pode fazer toda a diferença.

Por ser a principal ferramenta, a internet precisa ser prioridade, afinal, já pensou deixar de entregar, ou atrasar, algum trabalho por conta da internet ser lenta ou, volta e meia, apresentar problema?

Aposte na versatilidade

É preciso ter em mente que as casas estão cada vez menores, e com poucos quartos, ou seja, nem todo mundo pode contar com um ambiente exclusivo para o home office.

Por isso, a dica é apostar na versatilidade, pois, embora não seja o ideal, a realidade para a maioria é ter que improvisar o escritório em algum lugar da casa.

Felizmente, é possível criar um cantinho usando a criatividade, ou seja, dá para transformar um ambiente em um local com mais de uma função.

Com criatividade, até mesmo uma varanda pode servir de escritório.

E é isso, no mais, para deixar seu home Office do seu jeito, vale investir em um som ambiente, com uma boa trilha sonora ao fundo, e até borrifar algum perfume agradável no ambiente e, pronto, terá um ambiente perfeito para trabalhar.

Você quer aprender a trabalhar Home Office?

Receba os melhores conteúdos sobre Home Office GRÁTIS diretamente em seu email.

Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter
Mariano Stacieski

Mariano Stacieski

Olá, meu nome é Mariano. Fazem mais de 9 anos que trabalho em Home Office. Minha primeira experiência foi quando tinha minha imobiliária e agora com minha agência de marketing digital. Desde então vivo diariamente o Home Office, que tem me oferecido uma vida muito boa. Neste site compartilho todo meu aprendizado.

Deixe um comentário

Sobre Mim

1798079_10152603160913916_647557915_n - Copia

Olá, meu nome é Mariano. Fazem mais de 9 anos que trabalho em Home Office. Minha primeira experiência foi quando tinha minha imobiliária e agora com minha agência de marketing digital. Desde então vivo diariamente o Home Office, que tem me oferecido uma vida muito boa. Neste site compartilho todo meu aprendizado.

Últimos Posts

Conteúdo Recente

Assistente virtual: guia para começar a trabalhar

Assistente virtual: guia para começar a trabalhar Tida como a profissão do futuro, a assistente virtual já é uma realidade para muita gente. A necessidade …

Continue Lendo →

Decoração para home office: 6 dicas imperdíveis

Decoração para home office: 6 dicas imperdíveis Sem dúvida, o trabalho remoto não é mais segredo para ninguém. A ideia de trabalhar direto da própria …

Continue Lendo →

Seja home office

Dicas e truque para se tornar um home-office melhor.

Mantenha-se educado(a) e entretido(a) gratuitamente.