Home Office no Brasil

Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter

Embora já bem consolidado pelo mundo todo, aqui no Brasil, no entanto, o trabalho remoto, ou home office, só ganhou escala de forma forçada, já que era a única alternativa para encarar a pandemia pelo novo coronavírus.

Assim, milhões de trabalhadores espalhados por todo o país, de uma hora para outra, se viram forçados a ganhar intimidade com a tecnologia e ferramentas que facilitassem o home office.

E não são poucos os obstáculos, até porque, muitas vezes, são famílias numerosas convivendo em um mesmo espaço pequeno, onde só há um computador.

Na verdade, essa realidade fez com que o país fosse classificado como o quinto país do mundo com maior dificuldade para se implementar o sistema de trabalho home office.

Dados do Home Office no Brasil

Segundo um levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), entre as 84,4 milhões de pessoas ocupadas no país, apenas 8,6 milhões estavam trabalhando remotamente no mês de junho (auge da pandemia). Cerca de 24,6% desses trabalhadores são militares ou servidores estatutários. Outros 21,4% são do setor público com carteira assinada. Apenas 11,4% pertenciam ao setor privado com carteira assinada. Ainda segundo a pesquisa, 73,1% desses trabalhadores tinham ensino superior completo ou pós graduação, disparado a grande parcela de trabalhadores em home office.

Junho/2020

  • Trabalhadores ……………………….. 84,4 milhões
  • Trabalhadores Home Office……. 8,6 milhões
    • Militares/servidores estatutários   …………. 24,6%
    • Setor público com carteira assinada   …………..21,4%
    • Setor Privado com carteira assinada         …………..11,4%
    • Ensino Superior completo/pós graduação ………….73,1%
    • Trabalho informal …………..15%

De acordo com especialistas, o home office é uma boa forma de medir as distinções entre trabalho formal e informal no Brasil.

Segundo o IBGE, os informais representavam 15% (1,3 milhão de trabalhadores) de trabalhadores home office, o que no mercado significava quase 40% da população ocupada no segundo trimestre.

Vale ressaltar, porém, que esse estudo seguiu alguns critérios de análise da adaptação para o trabalho em casa, já que nem todo tipo de trabalho pode ser realizado de forma remota.

Por exemplo, profissionais como dentistas, fisioterapeutas, cabeleireiros ou barbeiros, simplesmente, não podem realizar suas atividades sem estarem próximos fisicamente das pessoas. Assim, certamente, o distanciamento social acaba tendo um impacto maior sobre esses profissionais.

Futuro do Home Office no Brasil

Em geral, como estudos já previam, países desenvolvidos passaram mais facilmente para o regime home office.

Porém, segundo pesquisas, se espera que, mesmo após a reabertura das economias, novas paralisações venham a acontecer para tentar frear o avanço de novos focos da pandemia. Dessa forma, o home office, ou trabalho remoto, deve ser uma rotina permanente na vida de muitos trabalhadores.

No mais, há que se ressaltar que muitas empresas, até então descrente dessa modalidade, acabaram percebendo, com o home office, um aumento expressivo na produtividade, fazendo do trabalho remoto um importante aliado na hora de enxugar os custos.

Ou seja, com os funcionários em casa, as empresas perceberam na modalidade uma boa forma de economizar com os espaços físicos, desde alugueis, contas de luz, internet, equipamentos e tudo que envolve sua estrutura.

O fato é que o home office, ou trabalho remoto, embora por aqui de forma tímida, lá fora, já era uma forte tendência. Com as empresas se vendo forçada, às pressas, a migrar para essa modalidade, a mesma caiu no gosto não só dos funcionários, como das empresas, alimentando a crença que para muitos pode ser tornar definitiva.

Como adotar na empresa o sistema Home Office permanente

De acordo com um estudo feito pela S&P Global, pelo menos dois terços das empresas que adotaram o home office durante a pandemia do coronavírus planejam manter a modalidade de forma permanente.

Mas, como qualquer modalidade de trabalho, é preciso seguir a legislação. Assim, a empresa que deseja implantar o home office de forma permanente, terá que, primeiramente, entender a diferença de home office do teletrabalho.

Enquanto o home office é realizado remotamente sem a obrigatoriedade do uso da tecnologia, e não é previsto na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), ou seja, vai ter que seguir as mesmas normas trabalhistas aplicadas aos profissionais que atuam na empresa (controle de jornada, pagamento de hora extra e etc).

Por outro lado, o teletrabalho já é previsto na CLT, sendo toda e qualquer atividade que faça uso da tecnologia da informação e comunicação, realizado fora da empresa.

Pois bem, para o teletrabalho é feito um acordo entre as partes, com flexibilidade de jornada, além do trabalhador não ter direito à receber horas extras.

No entanto, é preciso que as empresas adotem uma série de cuidados para dar suporte ao trabalhador no desempenho de suas funções.

Primeiramente, é preciso haver a concordância de ambas as partes para a realização das atividades fora da empresa, e o empregador deve garantir uma estrutura física para a realização dos serviços, definir uma política de comunicação adequada e cuidar para que tudo seja colocado em contrato.

Como se adaptar ao Home office

Para a alegria de muitos trabalhadores, o home office permitiu que não perdessem seus empregos, que pudessem continuar exercendo suas atividades na segurança de casa.

Porém, como qualquer cenário novo de trabalho, o home office pode exigir adaptações, podendo ser muitos os desafios a enfrentar, desde falta de espaço, até a de uma internet de qualidade, dentre outros.

O fato é que muitos ainda enfrentam dificuldades para se concentrar e não perder a produtividade.

Mas, afinal, como manter o foco e a produtividade ao fazer home office?

Então, existem alguns comportamentos e hábitos que podem ajudar, e muito, a se adaptar mais rapidamente ao trabalho remoto, ou home office, confira abaixo alguns deles.

1 – Encare como se fosse um trabalho presencial

Antes de começar a trabalhar, procure tomar um café da manhã reforçado, garantindo uma maior produtividade.

Escolha um ambiente tranquilo e confortável para trabalhar, de preferência, livre de distrações e comporte-se como se estivesse no trabalho, até porque, você está.

Evite trabalhar de pijama ou usar roupas muito informais, afinal, lembre-se que embora esteja em casa, você está trabalhando, no mais, se vestir profissionalmente ajudará a espantar a preguiça.

E é importante, também, caso não more sozinho, deixar claro para a sua família que você está trabalhando, para que evitem pedir favores ou conversar enquanto realiza suas tarefas.

 

2 – Cuide da postura

É muito comum, por estar em casa, a pessoa se sentir mais relaxada e acabar adotando uma postura errada.

Por isso, o local de trabalho é muito importante, caso nem tenha uma cadeira específica para escritório, procure a que mais garanta uma boa postura. No mais, evite trabalhar deitado ou sentado no sofá, pois isso pode acabar causando problemas de coluna.

Uma dica é, caso não tenha um escritório, é colocar o computador de trabalho em uma mesa e se sentar em uma cadeira com encosto, com o mouse e teclado em uma boa posição para o uso.

3 – Procure manter o foco e a concentração

Certamente, livre dos olhares de chefes e colegas qualquer um fica mais passível de sucumbir às tentações. Por isso, para manter o foco e a concentração, evite trabalhar longe de distrações.

Mantenha o celular longe e desligue as notificações das redes sociais, assim como a TV, pois o silêncio ajuda na concentração.

Se não conseguir se manter longe do whatsapp, Facebook, Instagram ou Twitter, ao menos, deixe para usá-los nos intervalos.

4 – Tenha disciplina

Claro que é difícil não se distrair, ou acabar procrastinando trabalhos, por isso, é fundamental criar uma rotina, adotando um cronograma diário, com hora para iniciar o trabalho, intervalos, pausa para o almoço e horário para finalizar as tarefas do dia.

Acredite, ao respeitar os horários estabelecidos, em pouco tempo, o corpo passará a se acostumar com a nova rotina de trabalho em casa.

E vale apelar para listinhas de tarefas do dia, que ajudarão a manter a determinação e foco em cumprir cada item. E o legal é que existem muitas ferramentas na web próprias para gerenciar o tempo e tarefas.

Lembre-se que é muito fácil se distrair e perder a noção do tempo trabalhando em casa, então,  fique atento e não se permita cair em tentações.

5 – Estabeleça horários

Por falar em disciplina, estabelecer horários é uma das regras para que se tenha sucesso. Assim, procure estipular seus horários de acordo com sua realidade.

A dica é procurar fazer pequenas pausas de 5 minutos a cada 30 minutos de trabalho, para tomar um café, por exemplo, ou beber água, ou comer alguma coisa.

Nesses intervalos, aproveite para se exercitar, se alongar ou se espreguiçar.

Jamais trabalhe por horas a fio sem se alimentar.

É fundamental fazer uma pausa para almoçar, dessa forma, vai garantir mais disposição, concentração, e sua imunidade vai agradecer.

6 – Mantenha contato

É de fundamental importância que mantenha contato com sua equipe e gestores com frequência, ao longo do dia. Dessa forma, irá evitar possíveis confusões e atraso nas entregas.

Evite se isolar só porque não está fisicamente no escritório.

Assim, mantenha contato por telefone, email, Whatsapp ou videoconferência, mas se mostre presente.

No mais é lembrar que nem mundo tem o privilégio de poder trabalhar em casa, ou mesmo, de ainda estar empregado, então, não descuide da produtividade e siga essas dicas que, com certeza, verá resultado.

Nova tendência: Home Office hibrido

Parece que a pandemia serviu para provar que o home office, ou trabalho remoto, é possível SIM! E o mundo já está se perguntando se o escritório voltará a ser como antes.

Vimos que empresas que não acreditavam na viabilidade do home office passaram a apostar na modalidade e, por outro lado, aqueles que se deslumbraram com a possibilidade de trabalhar de casa passaram a sonhar em juntar esses dois mundos, o presencial e o remoto.

E isso é possível, e uma realidade já para muitas empresas, é o chamado Home Office hibrido.

Então, como o próprio nome sugere, o home office híbrido mistura as duas modalidades: a presencial e a remota.

Mas como funciona? Simples! Empresas podem optar por deixar uma parte da sua equipe trabalhando de forma presencial e outra em home office, até mesmo, criando revezamento, com as pessoas alternando dias de forma presencial e de forma remota.

O fato é que o trabalho remoto acabou caindo no gosto de muitas empresas, tanto que grande parte pretende permanecer com essa modalidade, mesmo após a crise.

Não resta dúvida que muitas coisas vão mudar nesse tão falado “novo normal”, dentre elas a forma de trabalhar, muitos já prevendo que uma das tendências para o futuro pós-pandemia é o home office híbrido.

Com certeza, é uma forma de manter o equilíbrio entre aqueles que viram sua produtividade disparar no home office com os que sentem a falta de trabalhar próximo fisicamente da equipe.

Lembrando que, mais do que uma simples tendência, o home office veio para ficar, porém, caso a empresa não consiga se adaptar, ou mesmo, não tenha como manter os colaboradores trabalhando só de forma remota, o home office híbrido acaba sendo uma alternativa que deve ser considerada.

Encontrar o equilíbrio entre esses dois caminhos pode ser o segredo do sucesso no futuro do trabalho. E a tecnologia deve servir como uma aliada das empresas e RH para a gestão dos colaboradores no modelo híbrido de trabalho.

Benefícios do Home Office híbrido

Já adotado por muitas empresas, principalmente, aquelas que não têm como abrir mão de parte de seus funcionários no modelo presencial, o home office  híbrido oferece benefícios tanto para as organizações como para seus funcionários.

Por exemplo, se por um lado as empresas podem reduzir os custos de funcionamento, por outro, os colaboradores ganham mais comodidade ao trabalhar em casa, se livrando do trânsito e transporte público.

Embora, segundo recentes pesquisas, o home office agradou 81,3% dos profissionais entrevistados, ainda assim, a maioria deles disse preferir o home office híbrido, cerca de 60,8%.

Mas, claro, ainda há um longo caminho por percorrer, para que a modalidade home office seja benéfica para todos, com a mesma igualdade de condição para garantir um bom trabalho remoto, desde um bom computador, acesso à internet, espaço para trabalhar, enfim, é preciso garantir a todos  a estrutura necessária para que haja sucesso no modelo a ser implementado.

Você quer aprender a trabalhar Home Office?

Receba os melhores conteúdos sobre Home Office GRÁTIS diretamente em seu email.

Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter
Mariano Stacieski

Mariano Stacieski

Olá, meu nome é Mariano. Fazem mais de 9 anos que trabalho em Home Office. Minha primeira experiência foi quando tinha minha imobiliária e agora com minha agência de marketing digital. Desde então vivo diariamente o Home Office, que tem me oferecido uma vida muito boa. Neste site compartilho todo meu aprendizado.

Deixe um comentário

Sobre Mim

1798079_10152603160913916_647557915_n - Copia

Olá, meu nome é Mariano. Fazem mais de 9 anos que trabalho em Home Office. Minha primeira experiência foi quando tinha minha imobiliária e agora com minha agência de marketing digital. Desde então vivo diariamente o Home Office, que tem me oferecido uma vida muito boa. Neste site compartilho todo meu aprendizado.

Últimos Posts

Conteúdo Recente

Assistente virtual: guia para começar a trabalhar

Assistente virtual: guia para começar a trabalhar Tida como a profissão do futuro, a assistente virtual já é uma realidade para muita gente. A necessidade …

Continue Lendo →

Decoração para home office: 6 dicas imperdíveis

Decoração para home office: 6 dicas imperdíveis Sem dúvida, o trabalho remoto não é mais segredo para ninguém. A ideia de trabalhar direto da própria …

Continue Lendo →

Seja home office

Dicas e truque para se tornar um home-office melhor.

Mantenha-se educado(a) e entretido(a) gratuitamente.