Quais as maiores dúvidas sobre o trabalho home Office?

Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter

Você pensa em trabalhar em home Office ou implantá-lo em sua empresa mas tem muitas dúvidas sobre essa modalidade? Então esse artigo é para você!

Primeiramente, é preciso aceitar que se antes o home Office, ou trabalho remoto, era apenas uma utopia por aqui, enquanto lá fora já era uma realidade, agora, no entanto, em meio à pandemia por conta da pandemia, as coisas mudaram.

Assim, a modalidade passou não apenas a ser uma tendência aqui também, mas para a maioria das empresas, a única alternativa para não fecharem suas portas e para quem está desempregado, uma realidade a ser encarada.

Certamente, apesar das vantagens serem muitas, desde a flexibilidade, a economia, o poder passar mais tempo com a família, as desvantagens existem também, assim como, os mitos e as dúvidas a respeito dessa modalidade que se antes era apenas uma tendência, agora é uma realidade.

Infelizmente, apesar de já não ser mais uma novidade, equívocos e estigmas persistem sobre o trabalho home Office.

Quer implementar a modalidade na sua empresa, mas tem muitas dúvidas a respeito do home Office? Quer trabalhar de casa, mas ainda não sabe se é uma boa opção para você?

Justamente, para tentar tirar suas dúvidas, ou muitas delas, resolvemos mostrar aqui quais são as mais comuns. Confira!

O que significa home office?

Home office é uma expressão em inglês que, basicamente, quer dizer trabalho em casa, também pode ser chamado de trabalho remoto ou teletrabalho.

Essa modalidade, que já era tendência mundial, antes da pandemia, permite que o colaborador trabalhe de qualquer lugar, claro, desde que disponha de algumas ferramentas, como telefone e, principalmente, um computador, com conexão à internet.

O trabalho home office diminui a produtividade?

Se você acha que todo mundo que trabalha de casa é mais distraído, então, precisa urgentemente rever seus conceitos. Na verdade, não é porque uma pessoa não está com o chefe ao lado, fisicamente, que ela vai levar seu trabalho menos à sério.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Harvard Business Review, o efeito é justamente o oposto, se percebeu um aumento da produtividade do trabalhador de 13,5% depois de permitir o trabalho home office.

Na verdade, as distrações existem em ambas as modalidades, remota ou presencial, enquanto em casa existe TV, familiares, até filhos, no escritório existem os colegas, os bate-papos, os cafezinhos…

O que acontece é que mesmo o home office sendo remoto, sem a pressão presencial do chefe, hoje existem ferramentas que facilitam a gestão das tarefas à distância, com total controle da produtividade.

No final das contas o que interessa para a empresa é a produtividade, a entrega das tarefas nos prazos estabelecidos.

No home office os funcionários têm contato?

A resposta é Sim!  Um erro bem comum é achar que só porque quem trabalha home Office não está próximo fisicamente, não está em contato com os demais.  Muitas vezes o trabalhador remoto se comunica até mais do que o presencial.

E mais, o trabalho home office, geralmente, só precisa obedecer o horário das reuniões, no mais, o próprio trabalhador estipula o horário que for melhor para exercer suas atividades, lembrando que muitos produzem melhor pela manhã, enquanto outros à noite. No final das contas, o que vale é obedecer o prazo de entrega das atividades. Até porque é possível ter trabalhador em qualquer canto do mundo, em diferente fuso horário.

Vale saber que reuniões e videoconferências podem ser previamente agendadas com a equipe, depende de cada empresa, do tipo de trabalho ou da necessidade de se reportar aos colaboradores.

No mais, vale ressaltar, mais uma vez, que a maioria das empresas que hoje trabalha com o regime home office conta com ferramentas de gestão, as quais permitem ter um controle sobre as atividades e o status de cada tarefa designada.

O home office pode colocar em risco os dados da minha empresa?

Então, um receio muito comum, e com razão, diz respeito á segurança de dados e informações da empresa no trabalho remoto.

Embora a transferência de informações e dados da empresa para computadores em servidores inseguros possa representar riscos, hoje em dia, com todo o avanço da tecnologia, qualquer equipe de TI, que seja minimamente qualificada, consegue evitar esse tipo de problema.

Já podemos contar com diferentes soluções seguras desenvolvidas por equipes de TI comprometidas com a segurança de dados.

Soluções desde aplicativos baseados em nuvem, ou criação de autenticação de dois fatores e redes privadas virtuais, são só algumas das possibilidades que garantem o bloqueio das informações e dados, impedindo que sejam violadas por pessoas não autorizadas.

A comunicação fica sempre com ruído no home office?

Mais uma ideia antiga que deve ser, urgentemente, rechaçada.

Acredite, trabalhar remotamente é uma realidade em países mais desenvolvidos já há algum tempo, e com trabalhadores prestando serviço em diferentes cantos do mundo, e isso tudo viabilizado, justamente, pela tecnologia.

Assim, trabalho home office, ou remoto, está longe de ser sinônimo de uma comunicação falha ou cheia de ruídos.

Hoje existem excelentes ferramentas que permitem filtros até em videoconferências, removendo qualquer tipo de ruídos, tirando o som de fundo, como cachorro latindo, criança chorando, enfim, garantindo uma perfeita comunicação.

No mais, como existe uma real tendência de crescimento de empresas usando trabalho remoto, não faltam ferramentas facilitando a comunicação entre equipes, desde chats até chamadas de vídeo, que são algumas opções para estimular a comunicação entre a equipe, para que todos se sintam conectados.

No home office as reuniões funcionam mesmo?

É um erro enorme achar que porque o trabalho é home office as reuniões não funcionam.

Ficou lá atrás o tempo que videoconferência era coisa só de grandes empresas, inclusive, as salas eram muito caras. Hoje as ferramentas estão aí para nos ajudar.

Ao contrário do que acontecia antes, as soluções para realizar videoconferências estão não só mais modernas, como também, demandam cada vez menos banda de internet.

Elas não só funcionam como são fundamentais para a aproximação entre os membros da equipe, para tirar qualquer dúvida, fazer treinamentos para diferentes unidades de sua empresa.

Dentre as principais ferramentas para realizar reuniões, podemos citar o Zoom (que cresceu muito durante a pandemia), Skype, Microsoft Teams, GoTo Meeting, Google Meet…

Vale considerar que, comprovadamente, equipes remotas costumam se mostrar mais conscientes e estimuladas para trabalhar, mesmo que, muitas vezes, tenham que enfrentar fusos horários diferentes.

Quem trabalha home office se sente solitário?

Dentre os muitos tabus, ou mitos, a respeito do trabalho home Office, está o de que o trabalhador se sente solitário. Na verdade, embora o trabalho seja remota, isso não quer dizer que a pessoa trabalhe numa caverna, isolada da civilização.

Embora, realmente, algumas pessoas acabem sentindo preguiça de sair de casa, se isolando um pouco, isso é opcional.

E isso porque é possível trabalhar de forma remota em cafés, bibliotecas e até espaços de coworking, preparados, justamente, para quem quer trabalhar remotamente, mas não quer perder o contato com outras pessoas.

Vale ter em mente que, embora seja, realmente, mais livre, o aspecto social do home office não significa, necessariamente, que seja solitário.

Quem trabalha home office gasta mais?

Muito pelo contrário, o trabalho home office é muito mais econômico, tanto para a empresa quanto para o funcionário.

Enquanto a empresa economiza reduzindo custos com espaço para alocar equipes, energia elétrica, copa, limpeza, material de escritório, estacionamento; o funcionário, por sua vez, economiza na alimentação, no combustível, estacionamento, transporte público e tempo.

Embora até possa haver custos adicionais iniciais, no caso de ser preciso enviar mesas e equipamentos para o trabalhador remoto, na prática, contar com trabalhadores remotos costuma sair muito mais barato.

Na verdade, ambos acabam economizando e ainda ganhando em produtividade ou, no caso dos funcionários, qualidade de vida.

A cultura da empresa pode ser afetada no home office?

Da mesma forma que é um erro achar que quem trabalha de forma remota não se comunica com a empresa e não segue regra alguma, é um grande equívoco achar que porque a pessoa está trabalhando de casa não vai vestir a camisa da empresa.

Muito pelo contrário, o que faz o funcionário respeitar a empresa que trabalha é ele se sentir respeitado, motivado e valorizado.

Embora seja mais complicado criar laços trabalhando remotamente, por outro lado, estar presente facilita a fofoca, esta sim, pode acabar afetando a cultura organizacional da empresa.

Ou seja, nada que ajustes na estratégia de comunicação da empresa não possa resolver.

Cabe mais ao gestor, nessa hora, traçar metas, fazer reuniões regularmente, enfim, mostrar o que a empresa espera e a importância de cada membro da equipe no resultado final.

Quem trabalha home office trabalha mais horas por dia?

Da mesma forma que na modalidade presencial, no home Office, o funcionário precisa cumprir determinadas horas, já existindo, inclusive, uma infinidade de ferramentas próprias para a gestão a distância.

É preciso entender que quem trabalha home Office, geralmente, mantém horários semelhantes a quem trabalha em escritório, embora exista maior flexibilidade nas regras.

Embora muitas empresas trabalhem com o controle de ponto, com número de horas, a grande maioria já se convenceu que a qualidade vale mais que a quantidade.

Dessa forma, é um erro achar que porque a pessoa trabalha de casa ela irá trabalhar 24h por dia, ou nem trabalhar, na verdade, o que muitas vezes acontece é a pessoa poder distribuir sua carga horária da forma mais adequada à sua produtividade, ou ao fuso horário da empresa.

No mais, existem aplicativos apropriados para evitar os exageros.

Como tornar o home Office mais produtivo?

Embora não seja tão diferente da forma presencial no quesito distrações, trabalhar de casa, por não estar em constante vigilância, facilita acabar sucumbindo.

Por isso, vale a pena apostar em algumas dicas de quem tem experiência com o trabalho à distância, tais como:

  • Espaço: procurar criar um ambiente de trabalho, com um espaço dedicado ao seu dia a dia;
  • Distrações: eliminar as distrações, evitando as redes sociais ou aplicativos de streaming de séries e filmes, por exemplo, tirando o som das notificações, reservando um horário para checar e responder emails;
  • Se comunique: seja por Zoom, Whatsapp, Slack, Skype, Telegram, ou qualquer outro aplicativo de mensagens;
  • Se organize: faça listas de prioridades, respeitando ao máximo a sua jornada de trabalho;
  • Crie uma rotina: independente se você ser freelancer, CLT ou contratado para jornada intermitente, vale criar uma rotina, estabelecendo um período de trabalho.

O home Office tem amparo na legislação?

Embora muita gente não saiba, mas o trabalho em home Office é regulamentado pela CLT, ou seja, possui respaldo na legislação brasileira.

Assim sendo, é totalmente seguro às empresas e, também, aos funcionários, que possuem seus direitos resguardados nessa relação.

Porém, em função da pandemia, aumentou o número de empresas interessadas nessa modalidade e, como foi um momento atípico, houve a edição de uma medida provisória destinada a regular o home office especificamente para essa época.

Mas, quando retornar a situação normal do contrato, contudo, será necessária a edição de um novo termo aditivo informando a situação.

Como saber se o funcionário está trabalhando de verdade?

Se engana quem pensa que porque o trabalho é remoto ele não pode ser supervisionado.

O que não faltam são ferramentas, como Trello e Basecamp, por exemplo, destinadas a esse tipo de controle, para gerenciar o tempo e a produção.

Dentre outras coisas, essas ferramentas permitem: designar tarefas, desenhar fluxos de trabalho, acompanhar o status das atividades em tempo real, e compartilhar arquivos.

Também existem ferramentas para controle de ponto e frequência, como Oitchau, Toggl, When I Work.

Ou seja, ferramentas que permitem acompanhar, em tempo real, se o colaborador está executando as atividades e respeitando os prazos de entrega.

É preciso ter em mente que o home office, por mais que já seja uma realidade nos países de primeiro mundo, por aqui ainda era uma modalidade, até então, abraçada de forma tímida.

Porém, inegavelmente, as vantagens são muitas, e não só em relação à economia de custos, por parte da empresa e funcionários, mas também na produtividade.

Sendo assim, desde que a profissão permita, já que muitas não podem ser exercidas de forma remota, vale à pena sim, investir em mais qualidade de vida, ou seja, no trabalho home office.

Você quer aprender a trabalhar Home Office?

Receba os melhores conteúdos sobre Home Office GRÁTIS diretamente em seu email.

Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter
Mariano Stacieski

Mariano Stacieski

Olá, meu nome é Mariano. Fazem mais de 9 anos que trabalho em Home Office. Minha primeira experiência foi quando tinha minha imobiliária e agora com minha agência de marketing digital. Desde então vivo diariamente o Home Office, que tem me oferecido uma vida muito boa. Neste site compartilho todo meu aprendizado.

Deixe um comentário

Sobre Mim

1798079_10152603160913916_647557915_n - Copia

Olá, meu nome é Mariano. Fazem mais de 9 anos que trabalho em Home Office. Minha primeira experiência foi quando tinha minha imobiliária e agora com minha agência de marketing digital. Desde então vivo diariamente o Home Office, que tem me oferecido uma vida muito boa. Neste site compartilho todo meu aprendizado.

Últimos Posts

Conteúdo Recente

Assistente virtual: guia para começar a trabalhar

Assistente virtual: guia para começar a trabalhar Tida como a profissão do futuro, a assistente virtual já é uma realidade para muita gente. A necessidade …

Continue Lendo →

Decoração para home office: 6 dicas imperdíveis

Decoração para home office: 6 dicas imperdíveis Sem dúvida, o trabalho remoto não é mais segredo para ninguém. A ideia de trabalhar direto da própria …

Continue Lendo →

Seja home office

Dicas e truque para se tornar um home-office melhor.

Mantenha-se educado(a) e entretido(a) gratuitamente.