Quais os erros mais cometidos no trabalho home office?

Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter

Está tendo que trabalhar home Office em função da pandemia? Tem medo de não conseguir realizar um bom trabalho?

Pois é, o fato é que o futuro caminha, cada vez mais, para essa modalidade de trabalho, pois se tem uma coisa que é certa, é que nesse trágico contexto de isolamento social, até mesmo aqueles gestores mais relutantes acabaram se convencendo de que o home Office funciona.

Assim, agora, querendo ou não, o home office já faz parte do dia a dia de muitos profissionais e, em muitos casos, veio para ficar.

Porém, como por aqui ainda é novidade para a grande maioria, é comum ver muitas pessoas cometendo alguns erros quando trabalham em casa.

Muitas pessoas, inclusive, ainda não entenderam que o trabalho home office é um trabalho como outro qualquer.

Primeiramente, não é porque o trabalho é remoto que a pessoa pode assistir séries, ou jogar, durante o horário de trabalho, esse é um pensamento muito comum e que deve ser banido, pois, como em um trabalho presencial, ele terá que prestar contas e obedecer prazos.

Ou seja, a não ser no caso da pessoa trabalhar por conta própria, tal como em um trabalho presencial, ela será devidamente supervisionada, tendo que cumprir horários e existindo muitas ferramentas para isso.

E, quem trabalha por conta própria, com certeza, quer ver resultados, portanto, precisa trabalhar normalmente.

Assim, se você, como tantos brasileiros, foi pego de surpresa e terá que trabalhar home office por causa da pandemia, e está com medo de não dar conta do recado, vale prestar atenção nos erros apontados como os mais cometidos no trabalho remoto.

Confira abaixo quais são esses maiores erros e como corrigi-los!

1.Trabalhar de pijama

Está friozinho e você está em casa, então, porque não tirar proveito dessa situação e trabalhar de pijama mesmo, certo? ERRADO!

Ok, é bem tentador ficar de pijama, ou moletom, o dia inteiro, afinal, você está dentro de sua casa, porém, é muito importante encarar o trabalho remoto como um trabalho normal, e isso começa pela forma de se vestir.

Por isso, comece o dia tomando um banho, depois, vista uma roupa mais ajeitada, tome seu café e comece a trabalhar. Faça disso uma rotina.

Acredite, estará enviando para o seu cérebro a mensagem de que está trabalhando, e assim, sua disposição psicológica e sua produtividade não serão prejudicadas, e nem ficará tão vulnerável a distrações.

E mais, estará preparado para possíveis imprevistos, como uma chamada de vídeo urgente, ou reunião surpresa por videoconferência (acredite, isso é muito comum).

Certamente, ninguém está falando em colocar terno e gravata, mas encarar de uma forma menos informal o trabalho em casa, demonstrando a devida importância, inclusive é uma forma de avisar às outras pessoas da casa que você vai estar ocupado.

2.Trabalhar da cama

Muito parecido com o erro acima. Claro que não há melhor lugar no mundo do que nossa cama, não é mesmo? Mas, é preciso separar o pessoal do profissional.

Mesmo até que nem esteja de pijama, trabalhar na cama não vai contribuir em nada à sua produtividade.

É fundamental estipular um local específico para trabalhar, evitando tentações e distrações ou, até mesmo, que caia no sono durante o horário de serviço.

Por isso, nada de trabalhar na cama, escolha uma mesa na qual possa trabalhar de forma tranquila e passar a mensagem certa a seu cérebro, de que é hora de se concentrar e produzir.

3. Falta de organização

Sem dúvida, um dos maiores erros de quem trabalha em home Office, talvez até o mais cometido, é a falta de organização.

Sem um mínimo de organização nenhum trabalho funciona corretamente, principalmente, o home Office.

Então, se os arquivos em seu computador não estiverem organizados, a dica é tirar um tempinho para fazer isso, acredite, vai poupar muito tempo e trabalho posteriormente.

Procure deixar sempre tudo arrumado ao final do expediente, dessa forma, encontrará tudo pronto no dia seguinte.

Não esqueça de encher uma garrafa d’água, deixar o álcool gel em cima da mesa e manter canetas, papéis, agendas, e outros materiais sempre próximos ao local de trabalho….

Procure deixar sempre tudo limpo e organizado, acredite, isso fará toda a diferença na sua produtividade.

4.Trabalhar sem conforto

É preciso ter em mente que o conforto está intimamente ligado á produtividade, e ao bem estar, claro.

Muita gente ainda acha que trabalhar de casa e se sentar ao chão e trabalhar na mesa de centro da sala, acredite, sua coluna vai responder à altura depois de um certo tempo.

Embora nem todo mundo, principalmente aqueles que foram pegos de surpresa durante a pandemia, possa contar com um cômodo específico para o trabalho home Office, é muito importante escolher um local que possa oferecer um mínimo de conforto, seja a mesa da sala, da cozinha.

É preciso adaptar o local escolhido para que não prejudique sua produtividade e nem sua saúde.

Mantenha-o limpo, organizado, livre de distrações e confortável.

Fuja da cama ou sofá, que não vão colaborar em nada para a sua postura, podendo causar sérios problemas na coluna, sem falar que, como já vimos, cama e sofá remetem a lazer e descanso, prejudicando a concentração no trabalho.

5. Não se comunicar com o gestor ou com a equipe

Se engana quem pensa que quem trabalha de casa não precisa dar satisfações para o chefe ou colegas de equipe. Muito pelo contrário, quem trabalha de forma remota precisa ter na comunicação uma forte ferramenta.

Assim, é fundamental se comunicar, tirar dúvidas, dar sugestões.

Mesmo que o home office conte com ferramentas específicas de gestão de tarefas, por exemplo, vale manter a equipe atualizada sobre seu status, para que possam acompanhar o andamento de suas atividades, e mostrando que também está acompanhando o status dos demais da equipe.

Ou seja, ferramentas não devem substituir a comunicação e sem, facilitá-la. Assim, Whatsapp, Slack, Zoom, entre outras, são ferramentas que podem ser ótimas aliadas.

Enfim, a comunicação é importante para manter os processos funcionando em um bom ritmo e para que a equipe possa se sentir unida, apesar da distância.

6. Não estabelecer uma rotina

Por mais que o trabalho remoto possa trazer mais liberdade, isso não significa que não tenha que existir uma rotina. Na verdade, criar uma rotina faz parte da disciplina, um dos pilares do home office.

A dica, portanto, é descobrir o horário que melhor funcione para você, e criar uma agenda com todas as suas tarefas de um dia típico, até mesmo com a pausa para o almoço e o fim do expediente.

Por isso, a dica é estabelecer horários para o início e término do trabalho, para as pausas, o almoço, o lanche… enfim, atitudes que vão ajudar a criar sua rotina.

Claro que nada precisa ser tão rígido, porém, a rotina deve funcionar na maior parte do tempo.

Mas, fica a dica, o segredo para um home office de sucesso é ter um bom planejamento e uma boa administração do tempo. Vale investir, inclusive, numa agenda mensal e semanal, além de uma lista de tarefas diárias com horários bem definidos.

7. Falta de regras pré-estabelecidas

Outro erro bem comum, na verdade, esse mais por parte dos gestores, é não estabelecer regras. Acaba o colaborador ficando meio perdido ou sendo pego de surpresa, com alguma reunião, ou coisa do tipo.

Por isso, para evitar aumentar mais ainda a tensão, e evitar problemas durante o trabalho remoto, se certifique com a empresa sobre datas de reuniões.

Claro, isso não quer dizer que não existam ocasiões emergenciais, mas algumas já podem ser pré-estabelecidas, até para evitar a pausa excessiva nos trabalhos e a perda da produtividade.

Assim, combine os momentos para feedback sobre atividades ao longo do dia, assim como, a ferramenta a ser usada, a quem deve se reportar em caso de alguma dúvida, enfim, só para citar alguns exemplos de situações que devem ficar bem claras tanto para o funcionário quanto para o gestor.

8. Não saber a hora de parar

Um erro muito comum é, até pelo fato de estar confortável, em casa, acabar estendendo a jornada de trabalho além do que devia.

Mais uma vez, fica claro a importância de manter uma disciplina, com todos os horários já estabelecidos.

Procure criar uma agenda, definir o que você vai fazer naquele dia, quais atividades mais importantes, os prazos de entrega, e conhecer seu horário mais produtivo, de manhã ou à tarde.

Vale saber que os horários em que cada pessoa se sente mais disposta e produtiva podem variar, ou seja, enquanto algumas pessoas sentem que rendem melhor pela manhã, outras trabalham melhor à tarde.

Assim, caso haja possibilidade, separe as tarefas mais complexas para o período em que se considera mais produtivo.

É fundamental, e saudável, depois de uma determinada hora, fechar o computador e se desligar do trabalho, do contrário, acredite, quando menos perceber estará trabalhando 24 horas por dia.

9. Excesso de reuniões improdutivas

Não há como negar que as videoconferências se tornaram febre durante a pandemia, por isso, não param de surgir, até hoje, novas ferramentas, assim como, recursos visando facilitar esse tipo de reunião.

Porém, estudos constataram que desde o início da pandemia houve um enorme exagero no número de reuniões. Inclusive, muitos profissionais chegaram a conclusão que acabaram produzindo até menos do que poderiam pelo excesso de tempo gasto com essas reuniões, na maioria das vezes, consideradas infrutíferas.

O problema é que, muitos gestores, justamente, para compensar o distanciamento acabaram exagerando nas videochamadas, ou videoconferência, com todos os membros da equipe durante o dia todo.

Só que o excesso de reuniões por videoconferência, além de serem contra-produtivas, gastando um tempo em que seriam realizadas algumas tarefas, também são um risco à saúde por conta de esgotamento mental.

Por isso, claro, é preciso sim, haver reuniões, desde que tenham um propósito, e de preferência, dentro de uma data pré-estabelecida, quebrando essa regra apenas em casos urgentes. Dessa forma, elas não irão interferir nem na produtividade e nem na saúde mental dos participantes.

10. Alimentar-se mal

Um erro bem comum é, justamente, por estar em casa, acabar comendo fora de hora, em frente ao computador, beliscando bobagens que, muitas vezes, não são nada saudáveis, sem falar que esse tipo de distração pode até interferir na sua produtividade diária.

Muitas pessoas até trocam as refeições por beliscos e, sem perceber, acabam comendo mais e comendo mal.

A dica é investir em uma alimentação rica em frutas, legumes e verduras, para ajudar a saúde, de uma forma geral e, de quebra, melhorar o humor, fundamental nesse momento de pandemia..

Outro erro é beber menos água, quando trabalhamos em casa e, muitas vezes, até trocá-la pelo café, na verdade, é preciso ir com calma na quantidade de café, com a intenção de espantar o sono e cansaço pode acabar desenvolvendo uma gastrite.

Por isso, procure deixar uma garrafa de água sempre à mão, para evitar esquecimentos.

11. Permitir muitas distrações

Primeiramente, avise seus familiares que não deve ser interrompido enquanto estiver trabalhando.

Evite a televisão, redes sociais e conversas paralelas dentro de casa, em vez de ficar com as abas do seu email, facebook ou Instagram abertas no navegador, por exemplo, estabeleça horários para checar mensagens e respondê-las. Dessa forma, evita o tempo todo ficar com os sentidos nessas distrações.

Enfim, se deixe guiar pela disciplina que, com certeza, garantirá sua produtividade.

12. Não se exercitar

Praticar exercícios é saudável e deve fazer sempre parte da rotina, e mesmo em tempos de pandemia esse hábito não deve ser abandonado.

Se não puder ir á academia, nem correr pelo quarteirão, em casa mesmo, estabeleça um horário para, ao menos, meia hora de exercícios por dia.

É preciso ter em mente que se exercitar é muito importante, além de melhorar a postura, ajuda a aliviar o estresse e a tensão muscular e, claro,  ainda garante disposição para enfrentar os desafios que a rotina de trabalho exige.

Pronto, agora que conhece os principais erros cometidos por quem trabalha home Office, é só ficar atento aos próprios hábitos e aproveitar  os benefícios dessa modalidade.

Você quer aprender a trabalhar Home Office?

Receba os melhores conteúdos sobre Home Office diretamente em seu e-mail.

Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter
Mariano Stacieski

Mariano Stacieski

Olá, meu nome é Mariano. Fazem mais de 9 anos que trabalho em Home Office. Minha primeira experiência foi quando tinha minha imobiliária e agora com minha agência de marketing digital. Desde então vivo diariamente o Home Office, que tem me oferecido uma vida muito boa. Neste site compartilho todo meu aprendizado.

Deixe um comentário

Sobre Mim

1798079_10152603160913916_647557915_n - Copia

Olá, meu nome é Mariano. Fazem mais de 9 anos que trabalho em Home Office. Minha primeira experiência foi quando tinha minha imobiliária e agora com minha agência de marketing digital. Desde então vivo diariamente o Home Office, que tem me oferecido uma vida muito boa. Neste site compartilho todo meu aprendizado.

Últimos Posts

Conteúdo Recente

Assistente virtual: guia para começar a trabalhar

Assistente virtual: guia para começar a trabalhar Tida como a profissão do futuro, a assistente virtual já é uma realidade para muita gente. A necessidade …

Continue Lendo →

Decoração para home office: 6 dicas imperdíveis

Decoração para home office: 6 dicas imperdíveis Sem dúvida, o trabalho remoto não é mais segredo para ninguém. A ideia de trabalhar direto da própria …

Continue Lendo →