Trabalho em Home Office: Como Funciona?

Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter

A pandemia trouxe uma série de necessidades inéditas para a vida das pessoas, de uma forma geral.

A nível mundial, tanto nas questões pessoais quanto nas profissionais, está sendo urgente e obrigatória a capacidade de adaptação e a criação de alternativas para a execução de diversas atividades.

No que diz respeito à forma de trabalhar, esta talvez seja uma das mudanças mais significativas: muitos profissionais estão usando as salas de suas próprias casas e seus meios de comunicação particulares para cumprir com todas as suas obrigações laborais.

Isso quer dizer que em obediência às orientações de higiene e segurança da Organização Mundial da Saúde, empresas estão destinando seus funcionários para o trabalho em Home Office.

No entanto, a modalidade não é exatamente inédita.

Algumas profissões já estão há alguns bons anos sendo exercidas exclusivamente de dentro de casa, também pela disponibilidade de ferramentas que vem cada vez aumentando e ganhando mais recursos que facilitam o trabalho remoto.

Mas são vários os profissionais que foram pegos de surpresa e estão sendo compelidos a se adaptar do dia para a noite com esta nova rotina.

Se você não sabe muito bem como funciona o trabalho em Home Office, continue a leitura deste artigo. Nele você vai ver:

  • O conceito e definição de trabalho em Home Office
  • As vantagens e desvantagens dessa rotina
  • O aceleramento dessa tendência e as empresas que estão adotando o trabalho remoto de forma permanente
  • Profissões que estarão em destaque contínuo com o casamento cada vez mais inseparável da internet com as relações de trabalho

Siga na leitura para saber mais.

O que é o trabalho em Home Office?

O trabalho em Home Office nada mais é do que o ato de destinar o colaborador de uma empresa a cumprir com suas atividades laborais diretamente da sua casa.

Isto é, o trabalhador, na maior parte ou em todo o seu tempo diário de trabalho, não sai de casa para exercer as tarefas que eram exercidas de dentro da companhia.

Quando a empresa adota esse sistema de rotina, seu funcionário não precisa se dirigir ao posto de trabalho para fazer ligações, responder e-mails e participar de reuniões, por exemplo.

Profissões que são favorecidas pelo trabalho remoto

Se fizermos um breve raciocínio, chegaremos rapidamente à conclusão bem lógica de que muitas são as profissões que não podem (ainda) exercer sua rotina de tarefas apenas de dentro de casa.

Por que “ainda”?

Porque não vai demorar muito para a tecnologia alcançar um nível de automatização dos processos que hoje seria praticamente impossível de imaginar. Mas isso é assunto para outro momento.

Voltando ao raciocínio: consegue imaginar um mestre de obras trabalhando apenas pelo notebook? Não se fazendo presente no canteiro pelo menos de maneira periódica para fazer a fiscalização do andamento daquela obra?

Claro que esse mestre de obras pode resolver assuntos burocráticos por ligações. Mas a essência do seu trabalho ainda carece do contato presencial para que seja plena e eficientemente executado.

Pois bem. Trabalhos operacionais exigem esse contato direto, diferente de profissões mais voltadas para o setor administrativo e consultivo.

Podemos relembrar algumas que são bastante conhecidas e acabaram ganhando destaque no trabalho em Home Office em 2020:

  • Auxiliares, ajudantes, secretários e secretárias e demais funcionários que todo escritório precisa para funcionar suas operações mais básicas, como o atendimento aos clientes e o pagamento dos outros funcionários, por exemplo;
  • Profissionais do marketing, agora com a vertente em crescimento do marketing digital;
  • Advogados, nutricionistas (sim, nutricionistas!) e psicólogos prestando consultorias e atendimentos diversos pelas plataformas de vídeo;
  • Professores lecionando exclusivamente pela internet para níveis básicos, assim como já acontece com recorrência para o ensino superior;
  • Programadores e profissionais que atuam com o desenvolvimento e manutenção de sistemas;

Para esses profissionais, suas tarefas diárias podem ser executadas dentro de um espaço não exatamente preparado apenas para isso e por ferramentas que não necessariamente possuem tecnologias extremamente avançadas – exceto para a área de TI.

Atender telefone, responder e-mail, fazer chamadas de vídeo, digitar grandes textos e desenvolver estratégias de vendas, por exemplo, são atividades realizáveis da mesa que temos em casa.

Ou seja, pelo trabalho em Home Office.

Alguns desses profissionais, inclusive, já atuam dessa forma em regime de exclusividade. Não utilizam um dia da semana sequer para se deslocar e podem tranquilamente passar o mês inteiro apresentando resultados e se reportando aos seus superiores remotamente.

E é exatamente isso o que vem acontecendo.

Empresas que adotaram o Home Office permanente

O despertar para essas facilidades abriu precedentes para que empresas ao redor de todo o mundo abraçassem os benefícios do trabalho em Home Office.

Além da necessidade de proteger a saúde e integridade física dos funcionários, destiná-los para casa e continuar pagando pela execução de suas tarefas longe dos postos de trabalho passou a ser economicamente vantajoso em grande parte dos casos.

Podemos considerar essa postura apenas um aceleramento na tendência do que já vinha se apresentando nas diferentes relações de trabalho.

Ainda que muitos profissionais já estivessem há anos experimentando o trabalho em Home Office, os olhos e as mentes dos empregadores estão cada vez mais abertos para essa nova e repentina alternativa.

Afinal, os números são positivos, tanto em produtividade como em economia de gastos antes considerados comuns.

  • Twitter
  • Petrobras
  • Xerpay
  • Facebook
  • Ambev
  • Topdesk
  • Google
  • Johson & Johson

Essas são algumas das que já divulgaram a adoção do trabalho em Home Office permanente. Para isso, consideraram todas as diretrizes determinadas em lei e investiram em condições de trabalhos favoráveis.

Além disso, flexibilizam os horários, permitindo que alternem entre trabalhar de casa e se dirigir ao posto de trabalho.

O setor de compra e venda de produtos pela internet também apresentou uma alta impressionante neste momento de pandemia. E não está diminuindo, embora as lojas físicas estejam começando a reabrir.

Ou seja, toda a cadeia de profissionais que fazem parte desse processo, que vai do pagamento até o transporte do produto, terão suas atividades favorecidas pelo trabalho em Home Office.

Profissões que estarão em alta no mundo online

Já havia uma tendência em ascensão de profissões que se desenvolveriam apenas com a utilização de ferramentas online.

Com a urgência causada pelo novo virus, muito do que estava previsto para ser recepcionado no mundo da tecnologia na década adiante foi antecipado pelo menos para os próximos 5 anos.

Três exemplos:

  • Entretenimento online: artistas das diversas vertentes promovendo shows, espetáculos e apresentações por vídeo
  • Profissionais com conhecimento em administração de conectividade
  • Mediador: um host que introduz o palestrante e media um debate pelas plataformas online de videonconferência

E dentre essas profissões, uma ocupação que no momento podemos chamar de “orientador de trabalho remoto” é a que servirá de suporte para todas as outras.

Este profissional será como um guru.

Ele ou ela será o responsável por prestar uma consultoria específica para todo aquele que decidir utilizar a internet como meio único e exclusivo para exercer o seu trabalho.

Ou seja, orientará para todas as possibilidades e facilidades que o ambiente virtual tem para proporcionar e a explorar todas as ferramentas que se tem à disposição.

O que tem de negativo no trabalho em Home Office?

Dadas todas essas informações sobre o conceito de trabalho em Home Office e as profissões que mais são favorecidas por essa modernização, é preciso falar sobre a vertente não tão favorável dessa rotina.

Como em tudo na vida, existe o lado bom e o lado ruim. Com o trabalho em Home Office não seria diferente.

Consideramos que muitas atividades já conheciam o trabalho remoto em sua totalidade ou pelo menos como parte da rotina diária.

Nesse mesmo raciocínio, é imprescindível também lembrar que uma parcela muito grande nunca experimentou essa realidade e está apresentando grande dificuldade de adaptação.

Isso porque as condições de trabalho são adversas dentro das diferentes realidades de trabalhadores que existe Brasil a fora.

Local de trabalho não propício, conexão insuficiente de internet, ferramentas inadequadas e interferência familiar são algumas das realidades que estão neste momento sendo enfrentadas por muitos profissionais.

E pela urgência em que tudo foi impelido a acontecer, empresas também se viram com recursos limitados para fornecer todo o aparato necessário para a adoção do trabalho em Home Office.

Além disso, existe o despreparo por parte de gestores e de funcionários que não conseguem dissociar o momento de trabalho com a vida pessoal.

Acabam por atropelar os dois momentos e confundir os horários de realização das tarefas, levando-os a trabalhar por mais horas que o habitual; uma carga horária excessivamente exaustiva.

Resumindo:

  • Sinal de internet fraco ou inconstante
  • Celular e notebook ultrapassados, que dificultam a realização eficiente de tarefas que requerem agilidade
  • Ausência de ergonomia e conforto básicos
  • Menos interação com os colegas de trabalho e
  • Impossibilidade de concentração pela interferência recorrente dos familiares, principalmente mulheres com filhos pequenos – que também estão exclusivamente dentro de casa durante o período de pandemia.
  • Dificuldade em finalizar o horário de trabalho, passando mais horas em labor que o habitual
  • Não se desligar das obrigações e estar sempre à disposição para os chamados

Além de tudo isso, é imprescindível mencionar que existem leis trabalhistas específicas para regular o trabalho remoto.

Isso não é uma desvantagem. Pelo contrário.

É importante para regulamentar uma prática que já acontecia deliberadamente, mas pode gerar um passivo judicial caso a empresa não observe todas as entrelinhas da legislação.

E quais são as vantagens do Home Office?

Mesmo com as possíveis intercorrências do trabalho em Home Office, os números gerais apresentam resultados bastante positivos.

A produtividade foi exponencialmente otimizada na rotina de muitos funcionários, enquanto que as empresas passaram a registrar uma economia significativa em gastos até então considerados fixos.

Em realidades laborais onde o ambiente favorece a implantação de tecnologias para que os problemas sejam solucionados mais facilmente, o trabalho remoto mostrou-se ainda mais vantajoso.

Além disso, ao mesmo tempo que as interações sociais são importantes para o desenvolvimento de tarefas diversas, existem os profissionais que são mais produtivos trabalhando sozinhos. Neste caso, o Home Office é ainda mais produtivo.

Há, ainda, as corporações que são admiravelmente flexíveis. Elas cobram de seus colaboradores não o tempo à sua disposição, mas resultados.

Ou seja, o trabalhador remoto pode decidir qual horário do dia trabalhar e organizar de acordo com suas preferências os períodos de maior produtividade.

Então, é possível considerar que o trabalho em Home Office é vantajoso pelos seguintes motivos:

  • Mais flexível em relação aos horários
  • Proporciona qualidade de vida para o funcionário ao passo que consegue investir sua atenção em atividades de interesse pessoal enquanto perde menos tempo com o deslocamento
  • Esse mesmo funcionário fica mais próximo da família e do seu ambiente mais familiar, que é sua casa
  • A rotina tende a ser mais dinâmica quando a frequência de reuniões e interferência dos colegas de trabalho é diminuída
  • Metas podem ser cumpridas em tempo mais hábil e não necessariamente precisa-se de um dia inteiro em horário comercial para a conclusão de todas as tarefas
  • Há regulamentação legal para amparar tanto o trabalhador quanto a empresa que opta pelo trabalho remoto

Conclusão

O trabalho em Home Office tem sido a alternativa mais eficiente para a manutenção de empregos nesse momento tão específico de saúde pública a nível mundial.

São as facilidades do trabalho remoto que permitiram que muitas companhias continuassem suas atividades, juntamente com a colaboração dos seus funcionários e a disposição em adaptar suas rotinas para essa nova realidade de isolamento.

Essa foi apenas a aceleração de uma tendência que já vinha se apresentando em diversos setores da economia e para diferentes vertentes profissionais.

São muitos os pontos que ainda precisam ser observados para que a harmonia entre as expectativas da empresa e o rendimento do funcionário aconteça. Melhores condições de trabalho devem ser estabelecidas e a entrega de resultados também deve ser uma prioridade, por exemplo.

No entanto, já se percebe o alcance de um patamar onde determinadas mudanças não serão apagadas.

Muitas são as vantagens do trabalho em Home Office e a empresa que estiver pronta para investir nessa nova rotina tem todas as chances de consolidar um bom espaço no mercado.

Você quer aprender a trabalhar Home Office?

Receba os melhores conteúdos sobre Home Office GRÁTIS diretamente em seu email.

Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter
Mariano Stacieski

Mariano Stacieski

Olá, meu nome é Mariano. Fazem mais de 9 anos que trabalho em Home Office. Minha primeira experiência foi quando tinha minha imobiliária e agora com minha agência de marketing digital. Desde então vivo diariamente o Home Office, que tem me oferecido uma vida muito boa. Neste site compartilho todo meu aprendizado.

Deixe um comentário

Sobre Mim

1798079_10152603160913916_647557915_n - Copia

Olá, meu nome é Mariano. Fazem mais de 9 anos que trabalho em Home Office. Minha primeira experiência foi quando tinha minha imobiliária e agora com minha agência de marketing digital. Desde então vivo diariamente o Home Office, que tem me oferecido uma vida muito boa. Neste site compartilho todo meu aprendizado.

Últimos Posts

Conteúdo Recente

Assistente virtual: guia para começar a trabalhar

Assistente virtual: guia para começar a trabalhar Tida como a profissão do futuro, a assistente virtual já é uma realidade para muita gente. A necessidade …

Continue Lendo →

Decoração para home office: 6 dicas imperdíveis

Decoração para home office: 6 dicas imperdíveis Sem dúvida, o trabalho remoto não é mais segredo para ninguém. A ideia de trabalhar direto da própria …

Continue Lendo →

Seja home office

Dicas e truque para se tornar um home-office melhor.

Mantenha-se educado(a) e entretido(a) gratuitamente.